Sobre o IPeC

O Instituto de Pesquisas Cananéia – IPeC foi oficialmente fundado em 7 de setembro de 1997, após longo período de discussões com o propósito de criar uma organização que viabilizasse o ideal de desenvolvimento de estudos em áreas naturais.

Este ideal era antigo visto que três dos seus quatro fundadores já atuavam com atividades de pesquisa da vida selvagem na região de Cananéia desde 1981. Na época as dificuldades faziam parte do cotidiano, pois não havia local fixo para o pernoite, embarcações que permitissem o acesso a diferentes locais da região e tão pouco qualquer apoio financeiro para os pesquisadores. Contudo, o que a região oferecia para pesquisadores com viés naturalista, superava as dificuldades e nos incentivava a continuar. Ao final de cerca de 13 anos de estudos na região, começou a se concretizar a possibilidade de aquisição de uma embarcação que nos apoiasse nas pesquisas. Assim, após muitos consertos e reformas, estava a nossa disposição a Embarcação de Apoio à Pesquisa Lobo-Marinho que nos ajudou a amadurecer a idéia de fundar uma instituição e que no início, era nossa sede local, alojamento, escritório e, até atuava como embarcação, fim para a qual foi projetada.

O nome Cananéia foi incorporado ao da instituição como uma homenagem à cidade que em um mundo onde o grande desenvolvimento urbano e modernidade imperam, conseguiu manter uma beleza cênica com a conservação de rica fauna e flora em um dos ecossistemas com maior grau de destruição no país, a Floresta Atlântica. A partir do ano de 2000, já com vários associados, nos foi possível estabelecer uma Base de Apoio, fortalecendo assim a nossa atuação na região e apoiando e desenvolvendo estudos em outras localidades do país.

Desde sua fundação, a instituição tem atuado fortemente na pesquisa científica sobre história natural e conservação da vida selvagem, mantendo sempre o propósito de retornar os conhecimentos para a população local, além de desenvolver projetos educacionais. Como reconhecimento às nossas ações, o IPeC possui hoje os títulos de Utilidade Pública Municipal e Utilidade Pública Estadual, participando ativamente de diferentes conselhos sócio-ambientais da região do Lagamar e nas demais regiões onde ele atua. Além disso, tem conquistado diferentes editais de apoio à realização dos nossos projetos.